Aspectos Físicos e Estruturais

  • Manter a casa de máquinas limpa, livre de materiais alheios ao(s) elevador(es) e sempre fechada;
  • Manter o acesso à casa de máquinas e ao poço do elevador restrito aos técnicos de manutenção do elevador ou ao Corpo de Bombeiros. A chave que permite o acesso a esses locais deve permanecer com o zelador, síndico ou administrador do prédio;
  • Ficar atento ao surgimento de infiltrações na casa de máquinas, caixa e poço do elevador. A infiltração de água nas instalações do elevador é prejudicial ao funcionamento do equipamento, podendo trazer riscos aos usuários do elevador;
  • Evitar que escorra água da chuva, de lavagem de piso ou paredes de hall`s e corredores, como também produtos de limpeza, para dentro do elevador, pelas portas de pavimento, e casa de máquinas;
  • Não lave a cabina do elevador, nem utilize produtos abrasivos na limpeza do aço inoxidável ou pintura;
  • Caso entre água para dentro do elevador ou seja detectado qualquer indício de infiltração nas instalações do elevador, a Assistência Técnica deve ser informada e o elevador deve ser desligado. Nestas situações o elevador não pode ser ligado sem o aval da empresa de manutenção;
  • Não permitir que seja jogado lixo no interior do poço do elevador;
  • Orientar todos os ocupantes do prédio a não utilizarem o(s) elevador(es) em caso de incêndio. Neste caso a evacuação do edifício deve ser realizada pelas escadas;
  • Caso o elevador pare de funcionar, a empresa de Assistência Técnica deve ser acionada o mais breve possível, principalmente se houver pessoas presas no interior do elevador. Em situações graves, fora de controle, acione também o Corpo de Bombeiros. Para casos de pessoas presas no elevador, entre em contato com elas e oriente-as a:
    • Manterem a calma, informando-as das providências que estão sendo tomadas e que a situação não oferece perigo iminente;
    • Não tentarem sair da cabina do elevador, solicitando que aguardem calmamente o resgate pelas pessoas habilitadas;
  • Sempre que houver necessidade de transportar cargas pesadas, como cofres, convocar a empresa de Assistência Técnica para orientar e acompanhar a operação;
  • Manter as placas de identificação do elevador com as informações referentes a Assistência Técnica em local visível na cabina;
  • Orientar e se possível não permitir que crianças de idade inferior a 10 anos utilizem o elevador sem a presença de um adulto;
  • Orientar aos condôminos a respeitar e obedecer as placas de avisos, advertências e instruções da empresa de manutenção durante a realização de trabalhos de manutenção e/ou inspeções no elevador;
  • Atentar e se possível coibir atos de vandalismo cometidos por outros usuários, contribuindo para a conservação do seu patrimônio.

Aspectos Documentais e Jurídicos

  • Estar atento às legislações federais, estaduais e municipais referentes a elevadores;
  • Manter um contrato regular com uma empresa de manutenção de elevadores, a qual deve estar registrada no CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, assim como o seu engenheiro responsável;
  • Exigir da empresa de manutenção uma cópia da ART – Anotação de Responsabilidade Técnica emitida pelo CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, que é o instrumento jurídico de que um engenheiro responde pelo equipamento no que tange à sua conservação e segurança;
  • Em algumas cidades é obrigatória uma placa com a inscrição da empresa de manutenção na Prefeitura com os respectivos contatos na empresa;
  • Aprovar os serviços de reparos e substituições de peças do elevador e exigir sempre da empresa de manutenção uma cópia da ficha de atendimento de todas as ocorrências. Dessa forma o condomínio possuirá um histórico de todos os serviços realizados;
  • Manter exposto o relatório de inspeção e manutenção do elevador;
  • Estar atento às Normas NBR 15.597, que define regras de segurança para proteger as pessoas e os objetos contra riscos de acidentes relacionados a operações normais e situações de emergência em elevadores, e NBR 16.083, que apresenta instruções de manutenção para elevadores.

Informações sobre a Limpeza do Elevador

O condomínio é responsável pela limpeza das áreas internas dos elevadores, como cabina, portas, batentes, soleiras, espelhos e botoeiras. Confira alguns cuidados que a equipe de limpeza de seu condomínio deve tomar na realização desta tarefa:

  1. Luminária: utilize pano levemente umedecido com água e sabão neutro;
  2. Vidro e espelho: limpe com produtos específicos para vidros disponíveis no mercado, em seguida passar um pano seco e macio;
  3. Botões e indicadores: como há diversos tipos de botões, o mais correto é procurar o responsável pela manutenção para verificar o procedimento adequado. Deve-se tomar muito cuidado na limpeza da botoeira e seus botões para não danificar componentes. Em geral o mais indicado é utilizar um pano levemente umedecido;
  4. Aço inoxidável: limpe com sabão neutro diluído em água morna. Passe o pano levemente úmido e logo após o pano seco. Para painéis em aço escovado, passar o pano no sentido da escovação. Não use saponáceos, esponjas de aço, nem raspe a superfície com lâminas durante a limpeza;
  5. Pedras e ladrilhos: limpe com pano umedecido com água e sabão neutro;
  6. Soleiras: passe aspirador para retirar resíduos existentes nos canais das soleiras.